Participação no Partido Anarquista Internacional

Participação no Partido Anarquista Internacional

A Cabeça do Anarquismo

O Partido Anarquista Internacional é a Cabeça do Anarquismo

quarta-feira, 26 de março de 2014

O Cérebro Anarquista / Organicismo Partizan

O Cérebro Anarquista
Organicismo Partizan 

Dizem que pirata não tem pátria, 
Ucrânia livre já !

O Organicismo Partizan faz a leitura do Anarquismo como um corpo em sua totalidade e para explicar esta leitura descreve este corpo por partes operativas, afim de demonstrar aos seus militantes que não existe Anarquismo disto ou daquilo e sim uma todo Anarquista no Anarquismo, descrito por partes.
O Anarquista Partizan mais próximo do Organicismo Partizan foi Errico Malatesta e quando o mesmo não compreendeu o organicismo partizan em respeito e consideração a autonomia do braço direito do Anarquismo na Ucrânia, qual se constituiu em um grande Exercito Insurgente de Camponeses, gerou em nos partizans uma decepção com Errico Malatesta, qual escreveu e descreveu em seus Escritos sobre a "Plataforma de Organização dos Comunistas Libertários da Ucrânia", mostrando que estava "imaturo" na leitura do Anarquismo como um corpo em sua totalidade orgânica, operativa e autônoma de ação.
O Anarquismo Italiano de Errico Malatesta sempre esteve ruim de corpo, com um braço direito promovendo atentados a bombas por exemplo contra as estátuas da aristocracia, enquanto na Ucrânia o braço direito do Anarquismo já estava se tornando um Exercito Insurgente e deveis de Errico Malatesta fazer uma auto avaliação de Níveis e Frentes Anarquistas este criticou a existência de um Exercito Anarquista que foi constituído em um período histórico de defesa de vidas, em um Jogo de Xadrez Triplo entre Brancos, Vermelhos e Negros.

O Anarquismo Partizan opera com a compreensão da Autonomia total das "Células Anarquistas Bakuninistas", onde cada um se encaixa na atividade que realiza como "membros do Corpo Anarquista", para isto defendemos a compreensão e a aceitação da Autonomia total das células em operação político programática, qual descrevemos como autonomia total de atuação em níveis e frentes.

Dizemos sempre que a "Cabeça Partizan" é o Partido Anarquista Internacional, que funciona com um celebro dividido em dois hemisférios celebrais:

No hemisfério direito do Cérebro Anarquista a "Coordenação Anarquista" responsável por planejar a Ação Direta do Partido Anarquista Internacional qual promove por exemplo as grandes Manifestações Mundiais Anarquistas, como as do Movimento Passe Livre que é a luta política em uma Frente pelo Transporte Publico e Gratuito estendido a todos, e outro exemplo da atualidade a Frente da Aliança de Libertação Animal, os Movimentos Sociais entre outros ... 
No hemisfério esquerdo do Cérebro Anarquista esta a "Seção Anarquista" responsável por planejar a Ação Indireta do Partido Anarquista Internacional, qual promove por exemplo as ações de representação Anarquista com ações de propaganda e de comunicações como ampla Frente de Comunicação Internacional Anonymous, jornais periódicos, blogs, sites, revistas, pichações entre outras ...

A Regra Geral para participar da Coordenação é Livre, basta montar um grupo Anarquista para a Ação Direta e comunicar as seções de sua existência. O dever da coordenação é de planejar debater e articular a ação direta Anarquista em todos os níveis e frentes de lutas populares.

A Regra Geral para participar da Seção é a Reunião de apresentação pessoal, para poder montar um grupo Anarquista de Articulação Organicista. O dever da Seção é abrir um canal de Comunicação com Publicações Anarquistas.

A Regra Geral de Filiação é a "Livre Filiação", qualquer um declaradamente Anarquista pode se declarar filiado ao PAI no Nível Político, porem em outros níveis e frentes os critérios podem se alterar de acordo com as condições e exigências da conjuntura politica. Por exemplo no Nível Jurídico como fundador de uma ou mais ONG's ou entidades Jurídicas, só ficha limpa pode fundar entidades ou ONG's, pela conjuntura das Leis Federais Brasileiras que vetaram por força de lei esta condição social, por isto "não se pode ter passagem por processos na policia para fundação de entidades jurídicas" e quem esta nesta situação também não pode por força de Lei ser indicado a instâncias de representação destas entidades jurídicas (Ong's), apenas pode se filiar a esta, após esta entidade ser registrada. Ou seja a conjuntura política jurídica brasileira determinou esta característica para este Nível Jurídico Anarquista de Militância, o caso é mais complicado para a Frente de Militância Jurídica como os Advogados Ativistas ou os Advogados Sem Fronteiras, que vivem outros problemas por terem que atuarem dentro da LEI com o respaldo desta frente ao Estado Militar por exemplo. O que não muda o Critério Geral da Livre Filiação, porem em determinada parte do corpo um órgão não tem participação se não obedecer as regras condicionantes a qual o nível ou a frente esta condicionada. 

"Esta na hora de toda cidade do Brasil
 ter um Celebro Anarquista"

segunda-feira, 24 de março de 2014

Marcha Anti Fascista em todo o Brasil

Marcha Anti Fascista no Brasil


"E a Flauta foi circuncizada"

Manifestação Nacional no Brasil  contra o Fascismo e o Golpismo aconteceu em oposição a Marcha Fascista pedindo a volta da ditadura, organizada por policiais, deputados evangélicos, skin heads, fascistas verde e amarelos, integralistas, Nazistas do Brasil conhecidos por Filhotes do Brasil.

Gosando, Gozando, Gooollllll da Face de vocês.

Porem muitos manifestantes dos lados não estavam entendendo o que estava acontecendo, tinham todos que voltar a estudar para entender porque isto aconteceu no Brasil e volta acontecer novamente no Brasil e no mundo, como um eterno ciclo político.

Descrevemos a muito em frases populares que no Paraíso Tropical só existe um Senhor e muitos gostam de se saborear com a sua "Manga", do meio de seu Jardim que leva seu nome ED, outros trouxeram a Revolução Industrial para o Brasil dando muito "pano para Mangá", porem são poucos que sabem deste REI de Ingratos ou falando elado de poposito de REI de Ingleses, para ver se cai logo a fixa e se tocam que a pronuncia é a palavra em sua exatidão e não a traduções lunares de cabeças que estão nas nuvens e no mundo da lua.
Marcham em nome de DEUS e fingem que a palavra deus não esta escrito DEU, deu o que, e quem deu ? há ai esta o nome termina em S em deu de um lado e começa de outro também com "S" de Serpente ou de Sara esposa de Abraham código de quem abre as pernas das virgens, código circunciso para REI ou ou aqui em Sampa City código para EDU Chaves ou a chaves, para quem entendeu da chave que abre elas, e que para isto acontecer só com uma dita dura, opss! uma ditadura !

No Centro da cidade de São Paulo (Paulo nome um dos muitos laranjas internacionais) onde se concentraram as duas maiores manifestações Brasileiras a Fascista e a Anti Fascista esta a Face da Cruz ou se preferir a Catedral Santo Eduardo em resumo SE de Senhor ou brincando com a verdade de Estado em frases populares de "Sexta feira cheira" (a branquinha Lua ou se preferir cheira a Segunda feira).
A Fase da Cruz é de um Anarco Monarquista marido de Ana dos Anarquistas e se quem aprendeu a falar elado de poposito entendeu que face é fascista (não brinque no facebook) ou seja a face da Santa Cruz da SE ou do Senhor e ainda se preferir de Santo Eduardo um Anarquista membro do Estado Internacional que deu as condições para que a Revolução Burguesa acontecesse em todo o Mundo.

Muito conteúdo aqui é a comidinha da boquinha de passarinho

Fascistas e Anti Fascistas na mesma prisão lunática ou se preferir ideológicas opostas por terem mordido do Fruto de um REI de opostos.
Marcham os Fascistas contra os Vermelhos do "V" que Inglês quer dizer RED resumo do código Radical ED ou ainda REI dos Ingleses, e o que é o REI se o mesmo só existe na Cristandade e o Cristianismo que fez dele nesta condição de REI, e adiantando REI é a abreviação de Radical ED da Igreja que depois de Henrique se tornou o código para Radical ED da Inglaterra.

Marcham os Fascistas contra os comunismo que é o jogo de palavras de comomesmo (como mesmo) código para comer qual se refere a Santa Ceia em trocadilho do mestre cebolinha para Santa Seia (SS) das Patricinhas e Mauricinhos de Souzas.

Marcham os Anti Fascista com o símbolo do estilingue, do anti pomba rola, do anti passaro, do anti espírito santo, do Imperador do mingau "ming" com a bandeira vermelha e negra da aliança entre red e a lua, entre Eduardo e Ana.

Marcham os anti Fascistas contra a FACE e esta é a Face do Anarquista, do Rei de opostos, um Anarco Monarquista do casamento vermelho e negro ou se preferirem da Aliança Vermelha e Negra.

Gooooolllll de Ana bolera !!!! Ana da Galera, Ana Bolonha, Ana da Bronha e da punhetagem ! qual a Família tradicional cristão a nega, a calunia e a persegue e defende a Família de  Eduardo em resumo a Santa "FE" e ainda põem na o ascendo de Mateus da "Ordem dos Assassinos", do nazismo, do avante, do futurama de Robocoop's gay's marcham GLBT's biduziados ganhando um d' javu, do sistema da Matrix que tem que se adptar ao timão corintiano ou se preferir da Igreja Matrix opss! da Igreja Matriz de Dracena, que pena caída desta pomba rola, dizendo sem palavras "sem rola aqui" porque a casa é de devotos carismáticos de Santa Maria, virgem santa desta coroa de espinhos da Rosa do Pequeno Principio de Maria !

Tudo anal da família do Beto, tudo analfabeto que morderam de um fruto de um rei de opostos, uns sabem dele, outros muitos não sabem, mais tudo mundo defende o clã de ação do Edu ou educação se preferir.

O Problemas dos Radicais ED é o EDU código para Ultimo ED ou um ED Ultimo que tem esta existência por não ter se tornado PAI, e ter se tornado por conta disto pivô do celibato na santa igreja do filho que não se tornou o PAI.
 
Cadê a Munick Desta Cruz da Páscoa ? E a Terra desce na fabrica de Chocolate de Sanat Munick !
Desta cruz do processo Anal Indígena hilari hilari hilario heeee uhh uhh é a turma do disco voador biduzindo tudo Mundo !

Vou pegar as coelhas da Munick, por no cú delas, vai virar tudo ANA Libertaria tudo ANAL mesmo, pra ficar ligadona !

Ironia Política de Resistência da Educação:
Sócrates é Homem ? Mais isto eu também sou !

Abaixo Vídeos do The Proibid:


Link's:

JOVENS SÃO REPRIMIDOS PELA POLÍCIA NA MARCHA ANTIFASCISTA NO PASSEIO PÚBLICO DE FORTALEZA 

Policía y skinheads atacan Marcha Antifascista en Rio de Janeiro

  'Marcha Antifascista SP' 22/03/2014

Mistura ai:
Ironia Política de Resistência Popular
Jogo de Palavras Draud'nista recheado de conteúdo de Páscoa 
Jogada limpa chutando o pau do barraco
... A COB/AIT (que não é aqui) 
Aqui no Brasil Chifrudo é Olimpíada Corinthiana ...
Agola tudy comessa elado com "M" de Maria
MEL, MAP, MST, MPL, MAE ...

Linha Negra opss! desculpe a casa tem sol, então digo Linha Azul soma com linha "V", da vermelho e negro, desculpe troquei o sol pela lua, o dia pela noite, a loira pela morena.

terça-feira, 18 de março de 2014

Anarquistas foram sequestrados na Rússia e seriamente feridos

[Rússia] Anarquistas de Petrozavodsk foram sequestrados e seriamente feridos por pessoas desconhecidas usando máscaras
 
 

Anarquistas, organizadores da manifestação "Contra a guerra na Ucrânia" em Petrozavodsk foram sequestrados e seriamente feridos por pessoas desconhecidas usando máscaras.

No dia 9 de março, junto a tradicional ação Food Not Bombs [Comida Sim Bombas Não], iria acontecer a manifestação "Contra a guerra na Ucrânia" em Petrozavodsk, por uma solução pacífica à tensa situação ali e prevenção de uma continuação sangrenta.

Na tarde do dia 8 de março, dois organizadores da manifestação e um amigo foram atacados. Dois carros chegaram e uma dúzia de homens fortes usando máscaras imediatamente começaram a brigar. Eles gritavam "Vocês querem dar nossa Crimea para Bandera?", "Vocês vão aprender como se manifestar", e assim por diante.

Após uma ação rápida porém técnica, os agressores voltaram ao carro e foram embora.

Na manhã seguinte, meia hora antes da manifestação, enquanto deixavam a casa após cozinhar para o Food Not Bombs, quatro participantes da ação e da manifestação foram novamente atacados por homens mascarados não identificados, apanharam de novo, foram jogados em dois carros e levados.

Soube-se mais tarde que foram levados para uma floresta, a 40-45 km de distância da cidade. No caminho os agressores falaram que estavam indo cavar seus túmulos, e durante todo o percurso foram espancados e abusados.

Quando chegaram as vítimas foram levadas do carro uma por uma para diferentes lugares (cada uma foi seguida por 3 ou 4 pessoas mascaradas e o carro saiu). Novamente foram espancadas e abusadas.

Foram usados cassetetes policiais, e os agressores ameaçavam mutilar ou matar.

Enquanto isso, uma pessoa desconhecida foi à manifestação com placas provocativas, sem relação com o tema da manifestação, tirou uma foto e fugiu, então o colapso da manifestação foi claramente planejado. Participantes do evento, assim como outros ativistas sociais, tem muita razão em temer por sua segurança e de suas pessoas amadas.

Por favor compartilhe esta informação.

Fonte: avtonom.org

Tradução > Anarcopunk.org
 
Autor: Matsuo Bashô

Notícia relacionada:


Agência de Notícias Anarquistas (ANA)

casca oca
a cigarra
cantou-se toda
 

 
Discussão Libertária!! 
forumlibertario@grupos.com.br

quinta-feira, 6 de março de 2014

O que é voto nulo e voto em branco ?


O que é voto nulo e voto em branco ?

Antes de mais nada decodifiquem os códigos, vocês não são Revolucionários se não desvendarem os códigos da Programação Linguística e Mental.
A muito tempo vocês sabem que a Televisão uma arquitetura de Programação Mental, e se vocês não decodificarão esta, não terão as condições necessárias para a sua libertação, digo de se libertar totalmente da sua escravidão.

Deixa de ser um Bicho Preguiça Gigante que não acordou, acorda logo gigante ?
Depois não adianta falar mau da Rede de Pescaria Globo Bosta !

As Palavras são o que nelas esta descrito e não são as mentiras do dicionário da academia militar.

FEMEN e o Anarquismo


Anima uma Anarco Feminista
Militante da Internacional FEMEN
Foi presa por protestar e denunciar a prostituição no Islamismo, uma campanha internacional foi realizada para a sua libertação
A companheira Anarquista Amina ou Anna
Quando foi liberta do cativeiro, rompeu com o FEMEN, uns companheiros Anarquistas acreditam que isto aconteceu por Anima ser ameaçada de morte se não acusase o FEMEN de Islã Fobia, compreensível de entender por quem estava no corredor da morte ameaçada.
Comparamos Amina a bela Freira Anarquista do filme histórico Libertarias, qual relata a participação das Mulheres Livres na Revolução Civil Espanhola, qual esta Freira fora acusada pelo clero e entendeu qual era do cinismo e do poder despótico dogmático obscurantista do clero e preferiu se calar porque sabia que como Jesus era justo ela a vitima do poder.
Compreendemos o direito do oprimido em se calar ou mudar de posição para se defender das perseguições autoritárias que vivencia.
Compreendemos Annima em realisar as acusações ao a Internacional FEMEN, pois o oprimido sabe onde é que doe mais ! 




"Fora Putin, nos iremos te comer como oferenda a Santa Ceia da Bruxas"

MST e o Anarquismo



07 Pontos Positivos do MST com o Anarquismo

1º O MST organiza e mobiliza os Trabalhadores Rurais Sem Terra em um Sindicalismo Livre, um Sindicalismo de Ação Direta, não atrelado ao Estado e de orientação Revolucionaria ou seja muito próximo do Sindicalismo Revolucionário da AIT (Associação Internacional dos Trabalhadores).

2º O MST coletiviza as terras e distribui a gestão em núcleos de famílias ou seja é o que Bakunin defendeu sobre as Comunas Rurais Livres, quando morreu junto aos camponeses.

3º O MST organiza Centros Comunitários, Escolas e Universidades Livres ou seja Anarquismo Social, sempre defendido pelos Anarquistas Classistas e Educacionistas.

4º O MST organiza Cooperativas de Produção, Consumo e Distribuição de seus produtos rurais ou seja o que Prodhon sempre defendeu sobre autogestão.

5º O MST constrói casas populares em sistema de Mutirão ou seja Ajuda Mutua, o que Kropotikin vai defender como a pratica da Solidariedade de Classe entre os Anarquistas.

6º O MST organiza uma agricultura baseada na agroecologia modernizando na pratica o discurso da Luta de Classes com a Ecologia.

7º Tudo isto construindo e se consolidando em "Comunas da Terra", ou seja o Comunismo Libertário defendido por Kropotikin.

Apoiar e defender tais praticas é uma questão de maior importância para a Tendência Libertária Filhos de Toda Terra, que atua junto ao MST na regionais da grande São Paulo, Andradina e Pontal.

O MST é uma derivante da 6º Internacional Socialista ou da Internacional Maoista que construí um sonho de uma Monarquia Popular e acabou por fundar o 1º Império Socialista onde Mao era o Imperador Socialista.
Sua organização politica maoísta é formada por quadros de direção que dirigem o movimento popular.
A forte formula da Mistica Politica no MST deriva do Catolicismo de orientação Libertadora e tem junto aos estudantes seu primeiro elo de unidade campo e cidade, como na China onde os Grêmios Estudantis eram a maior base politica do Comunismo Chines.
Não cabe a nos Anarquistas questionar a organização politica nem a orientação ideológica do MST, mais cabe como militantes do MST trassar politicas horizontais e praticar uma formação politica de modo anti autoritário ao ponto que entremos como uma tendencia libertaria de fato no MST, mostrando nosso compromisso com a luta de classes junto ao campesinato insurgente.

" Brilha estrelinha e faz o sonho de CHE acontecer "

Anarquismo: Bandeiras, Símbolos, Cores e Origens.


Por Partizans da Anarquia Mundial
de Sant ED.


As Raízes Genéticas do Anarquismo


O Anarquismo andando para traz!
Espalhados pelo mundo e miscigenados juntos com muitas outras populações, o Anarquismo conseguiu e consegue se identificar como uma ideia ou ainda como esprito insurgente
Porem uma coisa entre outras faz com que o Anarquismo saiba de onde é a sua origem, pois os Anarquistas se reconhecem e se reconheciam como militantes e soldados "partizans" ou melhor dizendo membros de um secreto partido internacional revolucionário e clandestino que atuou como movimento social em nome de seu objetivo: "O Anarquismo".
Seu primeiro marco na atualidade reconhecido pelos historiadores foi a 1º Internacional Socialista conhecida como Associação Internacional dos Trabalhadores ou A.I.T. que gerou o 1º de Maio em todo o Mundo e o seu maior marco reconhecido até hoje foi a Revolução Libertária na Espanha em 1933/1936 que gerou a maior e a primeira "Republica Sindicalista Autogestionaria" filiada e mantida pelos militantes da CNT/AIT onde esta estava formada em sua base social por inumeras cooperativas sindicalistas que se constituirão em um grande organismo politico social na Espanha em 1936.
Este referencial remete direto os Anarquistas miscigenados pelo mundo ao seu conhecido berço na Europa.
Porem o Anarquismo tem um berço anterior a Europa, estes descendem das migrações vindas da Africa Oriental que se estabeleceram no "Continente Anatólico" onde é hoje a atual Turquia, antes de migrarem e se miscigenarem com Europeus, Asiáticos, Ameríndios e muitos outros povos posteriormente. 
O Anarquismo desta forma esconde um segredo em sua codificação qual poucos Anarquistas escreveram.
A Bandeira Vermelha e Negra Anarquista revela a primeira parte deste segredo que esconde a sua "primeira utopia", a de UNIFICAR e criar a ALIANÇA entre os povos Anatólicos e Semitas que viviam deis do Mar Vermelho até o Mar Negro.
O nome do continente "Anatólia" revela a segunda parte deste segredo de origens genéticas. Pois revela ao mundo o nome de sua matriarca. E entres linhas: o segredo é que "Ana" é a Anarquia.
Arquia é Arca em codificação falansteriana para Uterinos, assim; arca é o ventre e a arquia são os filhos deste ventre.
Porem o nome do 1º Anarquista ou do Patriarca não é revelado ao publico, pois é ele o Anarquista. 
Por tal motivo os Anarquistas estão "EM NOME DO PAI".
E este é o ponto da origem do verdadeiro nome do Anarquismo partizan como clandestino partido. Pois PAI também se lê e se entende como Partido Anarquista Internacional.

Os pensadores como símbolo matriz



Os pré Anarquistas como William Godwin, não desconfiavam que suas idéias se desdobrariam em uma tendência de idéias que influenciaria o nascimento do Anarquismo, em especial influenciando os principais pensadores Anarquistas. Godwin é considerado precursor do anarquismo filosófico, ainda que não tenha utilizado propriamente a palavra anarquismo, para alguns Anarquistas Godwin é nada mais que um liberal, outros anarquistas como Makhno admitem ter sido influenciado pelo pensamento de Godwin e o valorizam como escritor e pensador pré Anarquista.
O Anarquismo tem sua máxima e seu nascimento com Pierre Joseph Proudhon, um operário e deputado de esquerda na França que cansado de acreditar no parlamento opta em abandonar o parlamento pela luta junto aos movimentos sociais de sua época, dando inicio a uma esquerda libertaria que faria sua luta fora da esfera do Estado Burguês.
Proudhon é o primeiro na historia a se declarar Anarquista e a escrever sobre este tema, protagonista do federalismo Anarquista e das idéias que em momento posterior ficariam conhecidas por auto-gestão sócio-econômica e que na atualidade recebe o nome de cooperativismo ou economia solidária, influenciou não só com suas idéias mas com uma pratica política libertaria de fazer e promover o movimento social fora da esfera do estado, negando a luta parlamentar, da inicio a um conjunto de adesões políticas a seu nome conhecidos como proudhonianos, que seriam um dos grupos socialistas mais influentes na 1º internacional dos trabalhadores.
Mikhail Aleksandrovitch Bakunin um Socialista Libertário conhece Proudhon já no fim de sua vida, mas a partir deste encontro, Bakunin passa a se declarar também um Anarquista, apaixonado pelos ideais de liberdade de Proudhon, este Russo se identifica com este Francês e a partir dai o Anarquismo ganha uma nova força política.
Bakuninistas e Proudhonianos somam suas forças na 1º internacional, caracterizando uma das principais correntes socialistas da historia que levaria o nome de Anarquismo.
Nasce uma nova experiência ao anarquismo com Bakunin, que traz a este uma formula operativa de organização política especifica que se tornaria o método do partido revolucionário ou da organização especifica dos Anarquistas, para somar forças no movimento social dos trabalhadores da época.
Esta atuação social vai ser a protagonista de diversos sindicatos livres de orientação revolucionaria ou do sindicalismo revolucionário da 1º internacional ou da AIT (Associação Internacional dos Trabalhadores) como ficou conhecida.
Outros grupos Anarquistas com esta mesma orientação nascem a partir dai em todo o mundo e cabe ressaltar os malatestianos, que defendiam a idéias de Errico Malatesta, Italiano e militante sindicalista, precursor também do chamado partido Anarquista.
Errico Malatesta participa da criação de sindicatos em toda Europa e também nas Américas e participa junto com Emma Goldman da 3º Internacional como oposição aos socialistas autoritários.
Na Rússia nasce o Comunismo Libertário através de Pierre Alekseïevitch Kropotkine com as comunas agrárias e o plataformismo de Nestor Makhno.
A plataforma nasceu das experiências dos anarquistas russos durante a Revolução de Outubro de 1917, analisando que esta conduziu finalmente à ditadura do partido bolchevique ao invés da autogestão de trabalhadores e camponeses. A plataforma tem como intenção explicar e solucionar as falhas do movimento anarquista durante a Revolução Russa.
A plataforma vem trazendo uma debate em torno da experiência das comunas na Ucrânia e de um Anarquismo de Guerra ao Anarquismo.
Ampliando o debate do nível de segurança ao Anarquismo, e é justamente neste debate que faz da FAI (Federação Anarquista Ibérica) e da coluna Buenaventura Durruti, a protagonista do Povo em Armas na Revolução Espanhola e da derrota desta pelas hordas do Exercito Fascista.
No mundo inteiro as tendências libertárias se alastram e na América Latina não foi diferente, tendo em fim desdobramentos e experiências com estes contornos.
Na França nasce a busca da unidade entre os diversos e diferentes grupos Anarquistas, protagonizado uma 1º experiência de organização especifica de Anarquistas em uma Federação de grupos, que hoje se conhece como Federação Sintetista, protagonizada pelo anarquista Sebástien Faure que escreve em apelo pela busca da unidade entre os Anarquistas.
Enquanto na Alemanha começa a nascer os primeiros grupos que norteariam os princípios dos grupos Autonomistas.


O "A" no circulo, como 1º símbolo



O Anarquismo não tinha um símbolo em seu inicio, mas nos Congressos dos trabalhadores começa a aparecer o símbolo do esquadro e compasso da Maçonaria que aparentava um "A" dentro de um circulo.
Uns dizem que foi dai que surgia o 1º símbolo do Anarquismo, outros dizem que o circulo é a política de organização que nega o triângulo que simboliza o Estado, por isto este circulo tem um corte na diagonal que representa esta negação do Estado se aparentando com um "A" no circulo, pelo traçado que corta o triângulo se tornando o "A" da Anarquia ou Anarquismo.
Historia vai e historia se faz, estória vem e em Maio de 1968 na França em um Congresso Anarquista é retomado o "A" no circulo, referendado em Congresso para unificar a política de pichações políticas nos muros das ruas de Paris.

Posteriormente ficou conhecido como a turma da Geografia Anarquista, pois o circulo simbolizou o mundo sem fronteiras.
Porem um terceiro segredo se esconde por traz do simbolo Anarquista, pois remete os Anarquistas as suas origens genéticas no Egito, pois a letra "A" nada mais é que as piramides de Guize no Egito edificadas na ultima era de Touro.


O Punho Esquerdo Erguido



O punho esquerdo erguido já vem de um longo período na luta de classes, das assembleias nos movimentos sociais.
No MST se estranha todos que sem saber levantam o punho direito numa assembléia ou entonação do Hino e musicas do movimento.
O punho esquerdo é o símbolo do campo dos interesses da classe explorada e oprimida em luta contra os inimigos de classe.
Na Historia foi o símbolo dos movimentos sociais dos povos negros nos Estados Unidos da América como os Panteras Negras.
O punho erguido é o símbolo das Resistências Populares dos Movimentos Sociais em luta contra os interesses da classe burguesa e do Estado que se colocam contra e na ofensiva as Resistências Populares.
É o símbolo contra os interesses da direita reacionária defensora dos privilegiados, da exploração de classe e inimiga declarada da liberdade.
O punho esquerdo erguido é o resumo das idéias do "campo político" que nos situamos como Anarquistas no processo de acumulo de forças político sociais.

Cabe ressaltar que existe um conjunto de códigos organicistas representados pelo corpo entre eles braços e mãos que fazem parte da "Faculdade Anarquista".


As Bandeiras como unidade de lutas simbólicas

A Bandeira Negra



A Bandeira negra, na historia contada remete as primeiras Fraternidades em especial e mais conhecida a dos Piratas e se torna símbolo da Revolução Social.
Os piratas adotavam códigos de Ética rígidos e internos em suas Fraternidades.
Todo saque era compartilhado e divido entre a tripulação.
Nas Fraternidades Piratas as decisões eram tomadas em assembleias e cada homem simbolizava um voto.
A tripulação era formada por voluntários em busca de novas experiências e aventuras.
O papel do capitão era de conduzir o corsário e traçar a rota marítima.
A bandeira Negra começa a ser usada na Europa nos movimentos sociais a partir da Revolução Francesa e se torna símbolo da Revolução Social.
A partir dai os Anarquistas usam a bandeira negra como símbolo de sua identidade de grupo revolucionário.
A cor negra da bandeira é a cor da Morte aos opressores e exploradores, e luto por todos que tombaram lutando por liberdade a negação das bandeiras nacionais.



A Bandeira Negra na historia Anarquista



Mas a bandeira negra Anarquista se originou muito antes disso. O primeiro caso de fato é desconhecido. Parece que este credito é reservado a Louise Michel, famoso participante na Comuna de Paris de 1871. De acordo com o historiador Anarquista George Wood Cock, Michel ergueu a bandeira negra em 9 de Março, 1883, durante uma passeata de desempregados em Paris, na França. A passeata contava com 500 pessoas e Michel como líder, gritando: "Pão, trabalho ou comando!", eles roubaram três padarias antes da policia vir intervir. Nenhum aparecimento mais antigo pode ser encontrado da bandeira negra.
Não muito depois do símbolo negro ter chegado à América. Paul Avrich reportou que em 27 de Novembro de 1884, a bandeira negra foi erguida em Chicago, durante uma passeata Anarquista. De acordo com Avrich, Espiões de Agosto, um dos famosos mártires de Haymarket, "notou que essa foi a primeira vez em que [a bandeira negra] foi erguida em solo Americano" (Avrich, The Haymarket Tragedy, 144-145).


A Bandeira Vermelha



A Bandeira Vermelha vem sendo usada a muito tempo nos movimentos sociais, se tornando símbolo da Luta de Classes, protagonizada por estes movimentos, se tornou símbolo do sindicalismo e dos movimentos sociais em especial os norteados pelos princípios de igualdade das idéias Socialistas e Libertárias.
Também foi usada nas cruzadas e por impérios na Historia e atualmente também é usada por partidos políticos de orientação socialista.
Mas sua essência é a representação da luta de classes dos movimentos sociais que pretende a revolução socialista independente da orientação dos grupos ideológicos internos na luta que também a protagonizam.
A cor da bandeira vermelha nos remete ao sangue ou a cor de sangue, que simboliza a luta social do corpo revolucionário ou seja a vertente classista da luta social.


A Bandeira Vermelho e Negra



A Bandeira "Vermelho e Negra" nasce com a atuação dos Anarquistas nos movimentos sociais dos trabalhadores, surge da união entre a bandeira vermelha da luta social e dos ideais socialistas, com a bandeira negra da revolução libertária.
Seu significado é o resumo dos objetivos da revolução social socialista libertária, entre a união do Anarquismo com o movimento social e ou sindicalismo.

Porem a bandeira vermelha e negra esconde e revela o segredo do berço matriarcal dos Anarquistas.
Foi adotada pela 1º Internacional ou AIT (Associação Internacional dos Trabalhadores) e continuou sendo adotada no mundo todo pelo Anarquismo Social e pelas organizações especificas de Anarquistas.

As organizações especifistas usam a bandeira vermelho e negra na horizontal, como símbolo das políticas horizontais de organização social e alguns na diagonal, sendo muitas vezes a cor negra acima e a vermelha abaixo, mas não é uma regra simbólica adotada por estas federações especifistas.
O Anarquismo Social em especial o chamado Anarco-sindicalismo, usa a bandeira vermelho e negra somente com o corte na diagonal de 45 graus com o negro abaixo e o vermelho acima.
Uma das referencias do corte social que simboliza a ascensão de classe, para com os fins dos privilégios de classe, na busca da igualdade sócio-econômica e política, a bandeira vermelho e negra do Anarquismo social simboliza que a política nasce de baixo para cima e do lado esquerdo da luta e avança com a cor negra contra o lado direito da classe dos privilegiados, opressores e exploradores.
O Plataformismo usa a bandeira negra da revolução social usada historicamente pelo Exercito Insurgente Macknovista da Ucrânia, bem como no México os Zapatistas ou EZLN adota a bandeira negra.
O Sintetismo usa a bandeira vermelho e negra na diagonal, na maioria das vezes com o "A" no circulo, mas a atual FAI (Federação Anarquista Ibérica) é uma exceção, pois outrora usava a bandeira vermelho e negra especifista na horizontal, mas que adota hoje em sua constituição o sintetismo como organização.
Os Autonomistas como se dividem em vários grupos de matrizes ideológicas diferentes, não tem hoje uma bandeira que unifique a política simbólica de sua forma de pensar e se organizar, porem são um grupo de influencia do anarquismo insurrecional.

Os Anarquistas que aplicaram a bandeira vermelha e negra nos movimentos sociais pertenciam a um grupo maçom ligado ao King Edward na Inglaterra.
Os cortes diagonais, horizontais, verticais faziam parte da politica de descrição dos "níveis anarquistas de organização" enquanto "ESTADO ANARQUISTA".
O corte vertical era referente ao o setor jurídico do estado anarquista e se as cores vermelho e negro tivessem invertidas na direita ou na esquerda tinha "sentido politico secreto" diferente para os maçons anarquistas.
O corte horizontal era a politica social dos iguais, a politica da base da piramide ou da lei dos iguais da tabola redonda, inspirados no "amanhecer e no por do sol", e por isto na bandeira o vermelho sempre vinha na parte superior e o negro na parte inferior da bandeira social.
O corte diagonal era da bandeira ideológica da ascensão econômica e de classe que nasceria na "nova era", e tem sentidos diferentes se for para a direita e sentido diferente se for para a esquerda, porem a base era o Europocentrismo (Europa como centro do mundo), e o Meridiano de Greenwich o segredo da "Magia e Encantamento da Torre do Relógio", porem existe segredos de interpretação pertencentes somente aos iniciados na "Maçonaria Anarquista".
Bem como a Bandeira Lisa Negra, era aplicada aos grupos de ação direta, auto defesa e exercício insurrecional, que agiam na Frente de Combate nas ruas como Exercito de confronto de rua
A Bandeira Lisa Vermelha, era aplicada ao uso das tendencias Socialistas não Anarquistas que se alinhavam com a luta de classes como principio libertador.

A Estrela Internacionalista



A Estrela é um símbolo muito antigo que representa o humano em advento da sua criação astral.
Símbolo que transcende o espaço conhecido como território, terra ou planeta, indica a aspiração pela internacionalização e união do homem, da classe sobre os interesses das fronteiras políticas e geográficas.
Usada por grupos diferentes na sociedade, o pentagrama recebeu até significados ocultos e foi perseguido como símbolo pagão, pelos reacionários e nacionalistas.
Entre Anarquistas a quem use a estrela negra símbolo da Internacional Anarquista e quem use a estrela vermelho e negra do Anarquismo Social internacionalista.
Os grupos Esperantistas de inspiração libertária adotam a estrela verde, símbolo e cor da esperança internacional em uma forma de comunicação linguística sem fronteiras.



A Estrela da Comuna das Artes, Comunart




Nos Piratas da Anarquia Rock de Sant'ED, compreendemos que quando mais o Anarquista avançar na Luta Libertaria, sera portador de cada dia mais de códigos Anarquistas, a "Estrela da Comuna de Artes" ou "Comunart" é uma condecoração dada ao grupo Anarquista que conseguiu agir em todas as Frentes, Setores, Seguimentos e Agrupações de tendencias possíveis a levar o processo revolucionário Anarquista a frente de combate na Luta Direta do Povo.
A Estrela Vermelha e Negra Comunart, fraciona em cada ponta de seu pentagrama a união de vermelhos e negros, que geraram o atual pensamento popular do que se chamou Classe Trabalhadora, que em primeiro momento com os vermelhos se uniu aos médicos nos hospitais e com os negros se uniu a classe produtora em amplos setores.


A Política de comunicações



No Anarquismo se encontra uma ampla manifestação de política de comunicações e imagens, mas em todas elas é nítido o caráter de contestação, indignação, apologia a desobediência civil e ou heresias.
Desde desenhos do século passado com traços mais humanísticos ao surrealismo, cubismo, futurismo, psicodelismo  classistas e de contra cultura.
A diversidade anarquista nas comunicações vista desde publicações e pinturas, é de grande apreciação de criatividade, sempre contestando o Autoritarismo, o Estado, a Igreja, o Patriarcado, a exploração e opressão.


A Mascara da Anarquia e o V de Vingança



A Vanguarda Plural e Clandestina Anarquista encontrou na mascara do V de Vingança uma formula politica horizontal e mistica. Onde todos e todas podem ser o líder imaginário do Anarquismo.
A mascara de Guy Fawkes um terrorista Anarquista retratado como o V de Vingança é na atualidade o maior simbolo do que é representar e ser um militante Anarquista.

Comportamento como código simbólico de classe e grupo político ideológico



No Anarquismo existe em maior ou menor grau regras de conduta e comportamento, como em toda protomutação social que queira romper com a atual cultura de dominação.
Era muito comum ouvir dos comunistas libertários a regra de comportamento:
- Ser, Estar e Viver Anarquista !
Ou do amplo perfil de jovens e vegetarianos, nas organizações Anarquistas de ontem e de hoje, mostrando o quanto é atual o comportamento como código simbólico de classe e grupo político ideológico no Anarquismo.
Ou Entre os povos do mundo a cultura de ouvir e dar conselhos.
Jaime Cubeiro, um companheiro que comentava sobre a cultura dos conselhos e da historia destes como organização social e horizontal dizia:
- Há historia social dos conselhos populares, é herança importante para os anarquistas, cabe ao anarquista se valer da cultura dos conselhos.
O companheiro Antônio Martinez sempre nos dava conselhos, e de uma forma e linguagem muito especial a explicação e desenvolvimento das idéias:
- Nossa casa é uma casa de trabalhadores, onde as pessoas se reconhecem como tais. Nossa casa não é um bordel que desrespeita todas as relações humanas. Não aceitamos que o Anarquismo seja transformado em um prostíbulo de idéias alheia aos trabalhadores.
Para se valer em transformar a cultura de dominação, o companheiro que luta por libertação social, tem que se fazer um agente da historia, casar a historia com o filme social, dando as pessoas as condições destas serem as protagonistas de suas próprias vidas na sociedade, rompendo com as cordinhas e alfinetadas, construindo o seu personagem na sociedade, materializando sua historia no espaço, para que também sirva como um espelho a todos aqueles que sem referencias ou sem saber caminhar buscam identidade.
Este comportamento leva os anarquistas a buscarem as referencias históricas na ação de companheiros que conseguiram, ousarão e lutaram, protagonizando as vitórias e idéias de transformação, como Prodhon, Bakunin, Kropotikin, Malatesta, Mackno, Durruti, Leuenroth entre tantos outros companheiros Anarquistas.
Ouvir e dar conselhos, simboliza também estudar e socializar conhecimento e livros aos demais companheiros como fazia Antônio Martinez.
Este comportamento é como um código simbólico que simboliza o anarquismo como membros de uma classe oriunda e como grupo político ideológico que aprendeu a aconselhar e saber caminhar contra as chibatas, sabendo onde fazer, e o que fazer para mudar a situação de dominação que sua classe vivenciara.


Unidade simbólica de grupo político uniformizado nas manifestações mundiais.

A Roupa Preta



A Roupa Negra como uniforme Anarquista é a mais usada mundialmente por grupos de Anarquistas nas manifestações politicas e como comportamento de identidade ideológica internacional da insurreição do exército de "Edward Barba Negra".
O mesmo uniforme toma formatos diferentes em cada época de tempo onde os Anarquistas se encontram inseridos como grupo especifico ideológico, desde roupas e vestes de mestres magos até hoje com as calças djins de algodão preto com uso de capuz cobrindo o rosto perante o grande Big Brother.
Os grupos de Anarquistas mais combativos visto nas manifestações envolvidos em grandes conflitos qualificados como de Guerrilhas Urbanas aderiram a este uniforme como identidade de grupo revolucionário especifico Anarquista.
Poderíamos dizer que que a Black Block além de ser tão somente uma tática, é ela de fato o Braço de Ação Direta Anarquista.

A Roupa Vermelha e Negra



O Uniforme Vermelho e Negro são vistos sendo usado por grupos específicos de Anarquista empreendedores, com comportamentos empresariais ao estilo do antigo e modernizado "Movimento Beatnik"  dos anos 1960, hera e moda pôs Movimento Hippie
Este uniforme é usado com uma causa Preta, mais uma blusa de manga comprida branca e um casaco vermelho, muitas vezes vistos só entre mulheres, pois os homens ainda são minoria entre os Anarquistas empresariais, promotores do autonomismo Econômico.
Muitos que usam deste Uniforme Anarquista são membros da Liga Mundial de Católicos de Sant'Ana ou chamados de Católicos Anarquistas a qual promovem empresas autônomas interligadas em sistema de ajuda mutua econômica, onde um é o fornecedor do outro ou representante local de grupo Anarquista organizado em nível econômico.

O Papel das Juventudes Anarquistas na metamorfose do Anarquismo Mundial

As Juventudes Libertarias



A Juventude sempre contribuiu com o anarquismo com sua essência de criatividade libertadora, sempre inovando e transformando o anarquismo em uma casa rica jogada em meio ao limbo do capital. 
Esta essência de transformação portadora da juventude fez fileiras ontem e hoje de exércitos de insurgentes no front das ruas contra o capital.
Sempre inovando a juventude sempre teve a um passo a frente de seus antecessores revolucionarios, sempre com pautas novas em um conflito ou em uma admiração de gerações.
Enquanto os velhos sentavam de forma autoritária a frente na mesa e os ouvintes olhando de forma passiva suas palestras, os jovens organizavam-se em círculos onde todos tinham voz, como na Tabola Redonda do REI Arthur, deixando qualquer vicio ou resíduo do autoritarismo para longe da forma anarquista de organização e confraternização.

Os Punks Anarquistas e Anarco Punks



A Era Punk e pôs Punk marcou muitos grupos Anarquistas organizados em nivel cultural de identidade e comportamento. Visto por seu " Cristianismo Revolucionario  " de caráter militante e combativo em manifestações publicas, deixou sua marca de moicanos cantando a Selva de Pedra 03 vesez como disse Jessus Cristo a Pedro.
Em um cenário do Jardim do Éden que virou de SEM TERRAS, ao CRISTO REI e plebeu pregado no dia a dia do trabalho e na Luta de Classes, e por um fim apocalíptico estilo Mad Max, Taxi Drive, Gangues de Nova Yorque ... Os Punks Anarquistas tomaram o cenário como novos atores do Anarquismo Cultural de militância em estilos de muitos jogos de palavras pixadas nos muros ou editadas em fanzines Anarquistas e punks em todo o mundo da aliança dos filhos dos campos e das cidades, apoiando uma nova identidade que resgataste a origem indígena mundial como dos índios apaches, dos índios moicanos, dos ianomâmis, dos guaranis, dos caiapós, dos maias, das tribos celtas, das tribos europeias e asiáticas ... como Luta Anti Racista Mundial.

O Anarquismo EMO


O Anarquismo EMO é um setor da juventude que fez do cinema e da cultura pop, uma cultura de comunicação rica em conhecimento e diversidade cultural, com personagens, artistas, atores, pintores, grafiteiros, modelos, moda, arte, musica, games, tribos urbanas ... uma referencia de sua geração.
Porem o que difere os anarquistas emos dos outros anarquistas é esta sua diversidade cultural e o que difere os anarquistas emos dos outros emos é o fator deste serem anarquistas.
No anarquismo, os anarquistas emos dizem; - nos temos um REI que é anarquista ! somos sim anarco monarquistas ! Enquanto os anarquistas mais velhos pregavam contra a monarquia.
A figura do REI Edward na versam cinema como; Edward Mãos de Tesouras é retratada como simbolo do comportamento emo da diversidade de cortes de cabelos, tatuagens, moda, televisam  maçonaria, tropico de câncer ...
Os Punks chamam o anarquismo emo, de anarquismo de play boy, de riquinhos e mimados Élvis do romantismo moderno.



Outros Símbolos Anarquistas

O "V" de Vingança é o simbolo da unidade do PAI ou Partido Anarquista Internacional, atualmente é usado pelo grupo Anonymous que busca uma unidade ampla e não uma forma centralizada de Partido Anarquista como insurgência das ruas.
O Movimento Anarquista da Educação ou MAE, usa como unidade simbólica o lenço vermelho e negro no pescoço ou muitas vezes cobrindo os rostos dos seus militantes.
As Juventudes Anarquistas usam como unidades uma diversidades de camisetas, botons, adesivos, estilos de roupa e cabelos entre outros símbolos e maneiras de dizer que são um grupo social organizado, mostrando também sua diversidade e riqueza cultural feita na pluralidade de grupos diferentes. 



* Texto escrito por Eduardo Preto Articulador do Partido Anarquista Internacional, militante do setor Anonymous de comunicação e Secretario Geral da Federação Anarquista de SP.

quarta-feira, 5 de março de 2014

GREVE Geral dos Lixeiros (Garis)

GREVE Geral dos Lixeiros (Garis)


GREVE Geral dos Lixeiros (Garis)

O Rio de Janeiro esta fedendo !
Fedendo a corrupção e a Escorias no Poder.

Os Garis tem até que recolher os corpos dos mortos, assassinados pelo trafico no Rio de Janeiro, enquanto Eduardo Pãozinho vive brincando de Coringa e quer achar o Batman Protestante e pegar o milionário de esquerda ovacionada por um rico cineasta do Leblon e uma Arlequina muito doida do seu lado.

Os Garis receberam apoio até de artistas da Rede Globo que mostram que são trabalhadores como eles.

Mais o Sindicato pelego ligado a CUT não apoio o Greve Geral dos Garis e diz que esta é ilegal, para agente compreender que o Sindicalismo no Brasil é atrelado ao Estado e o Movimento Sindical como os dos Garis, age deslegitimando o Sindicato e desta forma deslegitimando o Estado e seu aparta Anti Trabalhadores.

E até que enfim a Montanha veio até Maomé, uma Montanha de Lixo, de uma Lei de Lixo que só existe para conter o pobre de seus direitos e legitimar a propriedade privada da corrupção.

Todo Apoio a Greve dos Garis

Carnaval Black Block no Brasil

  
Carnaval Black Block no Brasil

Mariana Rios, Barbara Paz e outros artistas da Rede Globo de Pescaria Televisiva, apoiaram o Carnaval Black Block em todo o Brasil, vieram vestidos de preto discretamente em suas arquibancadas na apoteose.
São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre entre outros Estado e Cidades do Brasileiras.
Aconteceu assim o 1º Carnaval Black Block do Brasil e quem apoio veio vestido de preto.

Mariana Rios faz uma novela onde sua personagem é uma Professora de Esquerda comprometida com o povo e com a comunidade Amazonense, combatendo o latifundiário da região, que é ao mesmo tempo o coronel local, o traficante do pedaço e o mafioso local do verde canto do terceiro Mundo Azul e Amarelo.
Mariana Rios se fantasiou de Anjo Negro da Anarquia e desfilou na Avenida tirando uma foto com os Black Block's que agradeceram de joelhos a decida do Anjo Negro da Anarquia na Avenida do Rio de Janeiro os abençoando.
Ao assistir a novela vimos um dos personagens de esquerda que combatem o mafioso local na novela, vestindo uma camiseta branca com uma estampa da Bandeira Anarquista "Vermelha e Negra" com o corte Diagonal, para quando o REI ao assistir a novela e ver a camisa do personagem, sentado em seu sofá, entender o recado do compromisso dos Trabalhadores da Rede Globo para com o Anarquismo.
O Santinho da Maria compreendeu que as Frentes de Libertações como estão sendo retratadas pela novela, não querem ficar de fora do Nível de Ação Direta do Partido Anarquista Internacional.
Podemos entender desta forma que a Inteligência Artificial é feita por uma Inteligência Natural e Humana que sabe passar o recado através de códigos por traz de uma imagem, usando a novela como meio.
Desta forma após a Vila Mariana se vestir de Anjo Negro da Anarquia e ter tirado uma foto com os Black Block's e ainda os Artistas da Rede Globo terem vestido preto juntamos os fatos, e também entendemos que juntando mais um fato de que anteriormente os trabalhadores da Rede Globo terem feito um vídeo pró Black Block, ficou claro que eles querem mostrar ao Mundo, ao Brasil, a Esquerda e aos Anarquistas que eles são trabalhadores como todos e apóiam a Luta dos Trabalhadores Anarquistas, mesmo tendo eles que trabalhar para a BOSTA da REDE GLOBO.


Links do Carnaval Black Block:
Black Bloco de Carnaval
Black Bloco - Carnaval dos Vândalos
Black Bloco - Carnaval Nas Ruas Contra a Corrupção
BLACK BLOCO BRASIL: Clube de Máscaras Carnavalesco do Recife